Visualizzazioni totali

sabato 16 gennaio 2016

A educação dos frissons não era bem feita

passei a madrugada lambendo pílulas
como se eu fosse boreal
e quisesse hilan de manhã artificial -
mas não serviu, preferi ser mãe,
esquecida, vaga, gratuita ou ser um pedaço de colher
aquele pedaço que curva e depois abaula
segura o pedaço de cenoura ou a gota de água
e espera e retém.
disse a ela que eu inundava e ela
me disse que a educação dos frissons não era bem feita
era preciso me esticar e redobrar de novo
raspar minha auréola com ferrugem,
com insônia, com a ponta do grampeador ou
abrir a boca até cansar as duas mandíbulas
e sair andando pela calçada da Dom Bosco
até fazer amor com os restos do sanduíche da madrugada
na porta de serviço do pronto-socorro e
debaixo da mangueira enorme
agora mesmo que acabou a estação.

Nessun commento: